Início >> Produtos >> Banco De Projetos >> Silvio Alvarez

Silvio Alvarez

logo rouanet

PRONAC 13-0720

Na proposta encaminhada e aprovada pelo Ministério da cultura na Lei Federal – Rouanet, o artista plástico ministrará oficinas para professores de artes, alunos de artes visuais, psicologia, pedagogia, arteterapeutas e multiplicadores em universidades entre 2013 e 2014.

Serão mais de 50 oficinas em oito capitais (Brasília – Curitiba – Belo Horizonte – Rio de Janeiro – Florianópolis – Recife – Campo Grande – Porto Alegre)  atendendo inclusive instituições sem fins lucrativos em cada localidade.

O artista viaja com sua equipe .

Uma exposição ficará montada  por pelo menos quinze dias em espaços públicos e democráticos de grande circulação de pessoas (preferencialmente shoppings, rodoviárias, centros culturais e/ou universidades) nas mesmas capitais.

DIFERENCIAIS DESTA PROPOSTA

Uma proposta que vai até oito capitais brasileiras  (Brasília – Curitiba – Belo Horizonte – Rio de Janeiro – Florianópolis – Recife – Campo Grande – Porto Alegre)  atendendo preferencialmente multiplicadores e educadores em universidades e escolas públicas;

O acesso a todas as atividades do projeto serão inteiramente gratuitas.

O projeto apresenta ampla capacidade de repercussão local, regional e nacional visto que o reconhecimento da importância e a influência da obra de Silvio Alvarez contribuindo assim de forma decisiva para o desenvolvimento da arte da Colagem Contemporânea.

Apresenta medidas de redução do Impacto Ambiental, além de potencial de desdobramentos positivos no sentido de impactar e estimular os elos da rede criativa e produtiva do setor gerando: inovação, produto cultural, ocupação, trabalho, e renda, através das múltiplas atividades profissionais desenvolvidas por artista, produtores, e técnicos das diversas especialidades, para a realização do projeto.

Apresenta contribuição para o desenvolvimento da área em que se refere, na medida em que propõe realizar Exposição de Artes e Oficinas Artísticas de Colagem gerando ideias, produtos, conceitos, expografia, capacitação, difusão, e reciclagem de materiais descartáveis, estimulando o processo simbólico e a preservação do meio ambiente.

PÚBLICO ALVO 

Diretamente – 575 pessoas( professores / arteeducadores / arteterapeutas/ multiplicadores) nas oito capitais abrangidas pelo projeto.

Indiretamente – pelo menos 2000 visitantes às exposições em cada uma das capitais abrangidas pelo projeto locais abertos e democráticos, mais de 5.000.000 de pessoas (alcance de mídia)

Para saber mais envie email para silvioalvarez@gaiabrasil.com.br

 

 

Na proposta encaminhada para a Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo e em processo de aprovação na lei de incentivo estadual o artista plástico ministrará oficinas para crianças e jovens em espaços públicos (centros culturais, escolas, bibliotecas, etc) em pelo menos 10 municípios diferentes no Estado de São Paulo.

Serão pelo menos 40 oficinas em municípios como Suzano, São Paulo, Atibaia, Sorocaba, Dourado sempre democratizando a arte da colagem para mais de 8.000 pessoas diretamente.

Os trabalhos realizados em sala de aula com os jovens /crianças serão documentados para compor parte da exposição do artista plástico que acontecerá no Espaço Cultural do Conjunto Nacional (Avenida Paulista – SP)

  • Diferenciais desta proposta
  • Uma proposta que vai até municípios no Estado de São Paulo –  atendendo preferencialmente crianças/ jovens de escolas públicas;
  • Um projeto que tem na essência a preservação e a conscientização ambiental para o reaproveitando materiais;
  • O artista plástico disponível para trabalhar diretamente com o público alvo do projeto;
  • Exposição de artes plásticas num espaço democrático e de grande circulação de pessoas (pelo menos 400.000 durante a exposição em outubro/2014).
  • A arte como instrumento de educação;
  • O apoio a esta proposta possibilita a continuidade de um projeto maior que vem acontecendo desde 2008 em várias regiões do país.

 

PÚBLICO ALVO

Diretamente – 7.200 crianças/jovens no Estado de São Paulo.

Indiretamente – mais de 10.000 famílias, 400 professores, pelo menos 450.000 pessoas durante a exposição no Condomínio Conjunto Nacional (SP) local aberto e democrático, mais de 2.000.000 de pessoas (alcance de mídia)

 

CONTRAPARTIDA PARA PATROCINADORES

  • DIVULGAÇÃO DO PATROCÍNIO

Utilização da identidade visual do Projeto em ações de comunicação do patrocinador.

Inclusão da logomarca em todo material de divulgação do projeto.

  •  MERCHANDISING NO LOCAL DAS OFICINAS Vídeo institucional na abertura ou encerramento das oficinais.
  •  MERCHANDISING NO LOCAL DA EXPOSIÇÃO DE ENCERRAMENTO DO PROJETO – Condomínio Conjunto Nacional (SP)
  •  MARKETING DE RELACIONAMENTO —Uma oficina para os colaboradores da empresa patrocinadora ou instituição de indicação dela.

Possibilidade de inclusão de seus produtos / marcas  nas oficinas, quando em consonância com a proposta do projeto.

  • RETORNO INSTITUCIONAL – Fortalecimento da marca do patrocinador atrelada à imagem de empresa-cidadã, que colabora para a propagação da cultura brasileira em todo país.

 

RESPONSABILIDADE SOCIAL

O patrocínio ao Projeto possibilita que, além da realização destas oficinas, sejam desenvolvidos projetos que beneficiam diretamente a comunidade, baseados no acesso a arte para classes menos favorecidas.

 

DOCUMENTAÇÃO

Entrega de clipping e relatórios parciais e final para seus arquivos.

Mais informações – solicite pelo email  silvioalvarez@gaiabrasil.com.br